Apresentação da Entidade

O PortalBullying é um centro de ajuda online fundado a 30 de janeiro de 2010 (por ser o dia da não violência e da educação pela paz) e funciona como uma ferramenta de auxílio na disseminação da violência entre pares, fomentando o diálogo e a partilha de experiências. Através das novas tecnologias oferecemos um serviço especializado em casos de Bullying e Cyberbullying. Aqui os jovens podem participar no fórum, discutir sobre alguns temas ou enviar as suas dúvidas. O chat permite “falar” com um técnico, em anonimato, e esclarecer, em tempo real, as angústias sentidas. Quando o chat não está online, há sempre uma resposta por e-mail.) Pais e toda a comunidade educativa também encontrarão o material necessário para fazer face às dificuldades sentidas no que respeita à relação entre pares.

Esta página é da responsabilidade da Drª Tânia Paias, especialista na avaliação e no acompanhamento das problemáticas associadas à violência entre pares.

A nossa missão é facilitar o ajuste emocional e intelectual das crianças e jovens, dar suporte à comunidade educativa e família e promover atitudes preventivas que facilitem o ambiente escolar.

O PortalBullying pretende consciencializar para a importância das atitudes individuais e coletivas na promoção das boas relações.

 

Âmbito da Ação

Sensibilizar e contribuir para a mudança do ambiente escolar, prevenir e fomentar relações saudáveis entre os jovens. Sabendo que a escola é um espaço que congrega várias realidades económicas, sociais e faixas etárias distintas, e que o efeito grupo assume especial destaque, e que a agressividade é algo inerente à condição humana, torna-se necessário pensar em estratégias que promovam uma vivência mais salutar, que apelem à cidadania, à empatia, ao respeito por si e pelos outros. Fomentar e permitir que alunos, professores e demais funcionários do espaço educativo usufruam de ambientes mais agradáveis e com cidadãos que defendam e se impliquem em causas nobres, é responsabilidade de todos.

Aproveitar Outubro como o mês de prevenção ao Bullying e promover na escola um espaço de aprendizagem que vá muito para além dos conteúdos pedagógicos, torna-se fundamental. Pretendemos assim auxiliar os jovens neste crescimento enquanto cidadãos plenos dos seus direitos e deveres, conscientes dos seus atos, dos seus valores morais, estéticos e étnicos, que saibam atender às suas necessidades, mas também às necessidades dos outros.

Atuar junto de uma população que é mais permeável, vulnerável e em plena fase de definição de interesses e valores, faz com que estas iniciativas assumam especial destaque e pertinência. Auxiliar os agrupamentos de escolas neste processo torna-se imperativo. Todos pretendemos uma sociedade mais justa, equitativa e solidária, com jovens empreendedores e que se impliquem e envolvam numa causa, por isso temos que tornar esta a nossa missão.

 

Público Alvo

Destina-se a todos os agrupamentos de escolas básicos e secundários, com alunos compreendidos entre o ensino pré-escolar e o ensino secundário, do território nacional.

Conta com vários parceiros, promovendo uma competição saudável entre os agrupamentos e premiando os 5 trabalhos, de entre as diferentes modalidades a concurso, que melhor representem a temática em apreço.

 

Objetivos

Colaborar ativamente na sensibilização de Outubro – mês de prevenção ao Bullying e alicerçar outras formas de auxílio à comunidade educativa;

Alertar, sensibilizar e auxiliar na prevenção ao bullying;

Prevenir comportamentos de risco;

Capacitar os jovens para a ação e incentivá-los na adoção de um papel ativo na comunidade escolar;

 

Condições

Para participar cada agrupamento de escolas terá que se registar no site do portalbullying (canto superior esquerdo) e preencher o formulário do concurso

O envolvimento de cada escola pressupõe a execução de material criativo (vídeos, ilustrações, fotografias, poemas e frases) que exemplifique boas práticas nas relações entre os jovens.

Em cada escola tem que haver um professor responsável pelas atividades;

O material tem que ser enviado para o email concurso@portalbullying.com.pt até as 23h59m do dia 31 de Outubro e deve conter, no corpo do texto, os mesmos itens do formulário. A omissão destes dados, fará com que o trabalho não seja considerado.

O material será utilizado pelo portalbullying nas suas ações de promoção e sensibilização relacionadas com a temática em apreço.

Todas as escolas aderentes comprometem-se a divulgar as plataformas do portalbullying que servem o propósito do concurso, bem como asseguram a boa utilização do material disponibilizado.

Cada uma das modalidades a concurso, terá divulgação por entre as diferentes redes sociais do portalbullying (youtube, instagram e twitter)

 

Avaliação dos projetos

A votação decorrerá nas diferentes plataformas do portalbullying (facebook e youtube) e 5 os trabalhos com mais likes, de cada categoria a concurso, serão selecionados para avaliação do júri do concurso.

 

Júri

Será composto por especialistas das áreas inerentes à temática dos trabalhos. A decisão final não é passível de recurso.

 

Prémios

Serão entregues aos vencedores de cada categoria Vídeo/ Ilustração I Fotografia / Poema / Frases:

um exemplar do livro Tenho medo de ir à escola, 2014 Esfera dos Livros (com histórias reais de vítimas de bullying e cyberbullying e histórias motivacionais)

Uma mochila da marca TOTTO

Cartazes e flyer´s preventivos

 

Cronograma

Outubro –  recolha de material. Último dia de entrega o 31.

Novembro

  • 1 a 5: carregamentos dos trabalhos nas plataformas
  • 6 a 10 : análise e votação externa do material
  • 11 a 15: avaliação pelo júri do concurso
  • 16 a 19: divulgação dos resultados

Os agrupamentos vencedores serão contactados para articular a melhor forma de entrega dos prémios

 

Disposições finais

O portal reserva-se o direito de, em qualquer altura e caso necessário, alterar e aditar o presente regulamento, sem necessidade de comunicação prévia.

A candidatura das escolas pressupõe o conhecimento e aceitação dos termos e condições previstas no presente Regulamento.

Qualquer participante que viole o regulamento do concurso, e que faça uso de conduta imprópria e se aproprie de qualquer material preventivo sem o uso para que está destinado, será excluído. Também serão excluídas as escolas cuja participação seja realizada com recurso a dados falsos e que não respeitem os pressupostos base.

As escolas comprometem-se a divulgar (pelas redes sociais, plataformas online e associação de pais) todo e qualquer material que se reporte ao concurso.

O portal reserva-se o direito de alterar, atrasar ou prolongar esta iniciativa, ou até mesmo de a cancelar, sempre que se verifique atividade ilegal ou fraudulenta, ou qualquer condição que afete o bom funcionamento da mesma. Tal situação pressupõe igualmente o cancelamento dos prémios a atribuir.

As escolas/participantes aderentes devem autorizar a utilização de todo o material resultante da participação no projeto, assim como este deve possuir o logo do portal e respetivos links das suas páginas.