Tânias Paias explica o que é Cyberbullying.

0

Tânia Paias fala sobre Cyberbullying no programa “A Tarde é a sua”.

 

Votação Retomada

0


Caros participantes, está oficialmente aberto o período de votações para o concurso decorrido – Outubro mês da prevenção ao Bullying.

Para que o teu trabalho seja seleccionado, o mesmo deve conter o máximo de comentários.

Avisa os teus pais, amigos, colegas e professores para participarem neste evento que visa sensibilizar e educar as pessoas para a temática da prevenção ao Bullying.

Acedam ao site portalbullying.com.pt/concurso

O período de votações vai de 21 de Novembro a 3 de Dezembro.

Coisas de miúdos??

0

Todos precisamos agir contra o maltrato entre jovens

O Bullying, muitas vezes é associado a coisas de miúdos, e na maior parte dos casos, é por isso mesmo, banalizado, ignorado e incompreendido…

Um vídeo que integrou o mês da prevenção e combate ao Bullying na América, foi levado a cabo numa cadeia de fast food, em que foi feito um paralelismo entre uma agressão a um hambúrguer e uma agressão a um jovem, levada a cabo por um grupo de “amigos”, realçou que 95% das pessoas reclamavam mais facilmente o estado do hambúrger, do que a humilhação a que o jovem estava a ser sujeito.

It´s not Okay. O que reclamamos em primeiro lugar???Todos precisamos agir contra o maltrato entre jovens

Publicado por PortalBullying em Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017

Mesmo que fosse perceptível no rosto de muitos o desagrado, o incómodo, pouco ou nada fizeram, para além de olhar e provavelmente internamente reprovar o acto, mas não é desta forma que conseguimos alterar os comportamentos mais nocivos, não é nem deve ser este o caminho…

É mais fácil não fazer nada, mas que caminho é este? Que sociedade estamos a criar, que legado deixamos aos nossos filhos, aos que olham para nós como um exemplo a seguir.

O vídeo que aqui vimos, coloca a tónica numa pequena percentagem de pessoas que se insurgem, que agem, que fazem a sua parte para defender o jovem e para mostrar aos que estão a agredir que o caminho não é esse. Se formos coniventes com a violência os jovens irão continuar a acreditar que esta é um meio para atingir um fim, agora se a reprovarmos, se nos mostrarmos, em toda e qualquer situação e circunstância contra, então talvez esta cultura de violência, de humilhação possa ser entendida como algo desagradável, como algo a não repetir.

O vídeo que o portalbullying lançou no dia 20 deste mês pretende mostrar exatamente que as nossas atitudes fazem a diferença e que não nos basta apenas observar, há que agir, há que mudar

Portanto, vamos ajudar?????

veja ou reveja o vídeo:

Muda de atitude e combate o Bullying

Material de Prevenção e Combate ao Bullying

0
bullying-outubro

Num mês dedicado à prevenção, e quase quase a chegar o dia Mundial de Combate ao Bullying, reunimos uma série de material para impressão.

Sensibilizar os jovens, é fazer-lhes chegar informação, é ajudá-los a pensar, é mobilizá-los por uma causa.

Este material pode ser usado nas escolas, mas nas casas particulares também, no quarto dos jovens….

No quarto? poderão pensar!

Sim…, se nos quartos existe espaço para o poster do ídolo, da pessoa ou imagem que de alguma forma é uma fonte de inspiração, de veneração para o jovem, porque não também colocar um cartaz desta índole, com algo que lhes sirva de inspiração, uma onda motivadora, para que, a cada dia, a cada hora, recorde o que ainda pode fazer para ser melhor pessoa (para si e para os outros). Uma pequena chamada de atenção para como se deve comportar, o que pode e deve fazer, mas também o que não pode e não ver realizar, e acima de tudo, como se deve proteger.

Amanhã, 20 de Outubro – Dia Mundial de Combate ao Bullying, deixamos-lhe este desafio. Imprima estes cartazes e sensibilize para esta causa:

Descarregue-os em O TEU ESPAÇO

 

 

Dia Mundial da Saúde Mental

0

Cuide da sua Saúde

Hoje comemora-se o Dia Mundial da Saúde Mental. Este dia nasceu pela mão da federação mundial de Saúde Mental (World Federation for Mental Health) em 1992, com o intuito de promover um diálogo em torno da prevenção e uma oportunidade para aumentar o conhecimento público sobre saúde mental.

Pretende também colocar nas agendas políticas a importância da saúde mental.

A definição de saúde mental da Organização Mundial de Saúde (OMS) vai para além da ausência de transtornos mentais ou deficiências, e é entendida como um aspecto vinculado ao bem-estar, à qualidade de vida, à capacidade de amar, trabalhar e de se relacionar com os outros.

A mesma organização alerta para alguns riscos que podem colocar em causa a saúde mental dos indivíduos;

rápidas mudanças sociais,

condições de trabalho stressantes,

discriminação de género,

exclusão social,

estilo de vida não saudável,

violência e violação dos direitos humanos.

Promover a saúde mental deve ser considerada como uma das maiores preocupações dos indivíduos, comunidades e sociedade em geral.

Cuidar de nós, dos mais pequenos, dos que nos são próximos, dos que nos são mais distantes, cuidar do ambiente, enfim, cuidar… deve ser apanágio de todos.

Dotar os mais pequenos de uma robustez psicológica torna-se fundamental. Ensinar-lhes a empatia, ampliar o seu bem-estar, reduzir ao mínimo a sua exposição ao stress, deve ser a missão de todos.

Robustos emocionalmente somos mais fortes fisicamente, mais corporativos, mais empenhados, mais disponíveis e mais mentalmente sãos

Já cuidou da sua saúde mental hoje?

 

Para ti, professor

0
professor
Professor

Dia do professor e a sua importância na prevenção ao bullying

Ontem, para além de ter sido o Dia da Implantação da República, também se comemorou o dia do professor. Por ser feriado, e já com uma série de eventos familiares, não me foi possível escrever no próprio dia, mas mesmo assim, não quero deixar de prestar homenagem aos professores.

A ti que funcionas como o primeiro agente de socialização fora do ambiente familiar;

A ti que és uma fonte de inspiração para as crianças e até tens a capacidade de moldar as suas escolhas futuras;

A ti que te empenhas todos os dias para melhorar o conhecimento dos que passam pelas tua sala de aula;

A ti que te superas a cada dia e acompanhas o crescimento dos jovens;

A ti que aguentas os piores momentos e regressas no dia seguinte como se nada fosse;

A ti que utilizas as dificuldades como uma oportunidade de crescimento;

A ti que ajudas os mais inseguros a se capacitarem para a vida;

A ti que, mesmo sem saber, funcionas como conforto das crianças;

A ti que todos os dias reinventas as formas e os sons da tua sala de aula, te aguentas e ousas mudar;

A ti que tens uma importância fundamental na prevenção e combate ao bullying;

Aos meus amigos professores, aos meus familiares professores, aos meus professores;

A ti professor, o nosso muito obrigado.

O portalbullying, ao longo destes 10 anos de prevenção e combate à violência entre pares, tem-se cruzado com seres excecionais, que vestem a camisola, que estão 100% disponíveis para abraçar estas causas, que sofrem, lutam e se empenham por uma escola e por um mundo melhor.

Não podíamos não enaltecer este profissional num dia que é o seu, e num mês que se dedica à sensibilização e prevenção do Bullying.

Estreia The Gifted – Uma família especial tenta sobreviver

0

The Gifted

Estreia hoje, na Fox, pelas 22h15, a série The Gifted com assinatura da MARVEL.

Como se pode ler no site www.n-tv.pt, “esta série retrata uma família especial que tenta sobreviver num mundo cada vez mais intolerante, inserido no fascinante universo de X-Men.

Conta a história de um casal cuja vida é repentinamente abalada pela descoberta de que os seus filhos possuem poderes mutantes. Para a Fox, esta “é uma história de sobrevivência, com jovens mutantes em busca da compreensão sobre a sua natureza e identidade”, ao mesmo tempo que os pais “têm de lidar com o facto de os seus filhos não serem aquilo que sempre pensaram ser” e, mesmo assim, terem de amá-los da mesma forma, ainda que as vidas de todos estejam em risco”.”

O mundo imaginário, os super-heróis, os poderes especiais sempre fizeram parte do imaginário das crianças e dos jovens, porque não explorá-los e tirar partido da criatividade para apelar à aceitação, à partilha e à entre-ajuda?

Ora estando em Outubro – mês da prevenção ao Bullying, nada melhor para recordar que exatamente a Marvel, em 2014, se aliou a esta iniciativa e deu o seu contributo com capas de edição especial, em que os seus Heróis aparecem na linha da frente contra o Bullying.

Eis algumas delas:

HULK

Capitão América

Homem-Aranha

Estas foram algumas das capas da edição de Outubro, na América -país de origem deste movimento.

Axel Alonso, editor chefe da Marvel, refere que alguns dos maiores super heróis foram eles mesmo vítimas de Bullying, em criança e acabaram por superar e seguir em frente na luta contra o mal. E como se sabe, esta é a eterna luta que a Marvel coloca em evidência (bem e mal). Então, também cada um de nós pode ser um super-herói no seu direito de se erguer e se juntar a este movimento.

O PORTALBULLYING.COM.PT – centro de ajuda online, que funciona, desde 2010, como uma plataforma de apoio na luta contra o bullying e cyberbullying, encetou também uma campanha que apela à criatividade das nossas crianças e jovens.

Todas as escolas do país foram convidadas a participar e a explorar o lado criativo das crianças e jovens na luta contra o mal…

Até ao final do mês estamos a receber os trabalhos criativos.

Por uma escola mais criativa, feliz e solidária  🙂

Dia Mundial da prevenção ao Bullying

0

Prevenção ao Bullying

Hoje comemora-se o Dia Mundial da Prevenção ao Bullying, e quero aqui deixar algumas ferramentas para educadores, professores, técnicos e pais encetarem um diálogo à volta desta temática.

Mas antes, e para enquadrar a minha escolha pelos livros, deixo-vos aqui um artigo que escrevi para o blog Janela Clínica, em 26 de agosto de 2009:

“A MORTE DO PATO DONALD – avô conta-me uma história

A propósito deste tema lembrei-me de um artigo que li há algum tempo na revista Pública do Expresso do Dr. Daniel Sampaio. O artigo iniciava com uma pequena resenha a outro artigo “Os 25 mitos da Pediatria” no qual também se podia ler algumas inovações para pais e professores, mas Daniel Sampaio quis acrescentar a profunda mudança ocorrida nestes últimos anos e intitula o seu artigo como: A MORTE DO PATO DONALD

Depois de alguma procura consegui encontrar o artigo e transcrevo aqui alguns items que me parecem fulcrais para o assunto em questão.

“O quotidiano da criança mudou. Hoje vão cedo para a creche e não brincam na rua, o peluche caiu em desuso e o Pato Donald morreu. Um menino dos nossos dias que aprendeu a ler não se entretém com uma revista de quadradinhos do Tio Patinhas, como acontecia com os seus pais, até porque só com dificuldade a encontrará nas bancas. Mickey e Minnie, Donald e Margarida, Pateta e Clarabela são “casais” do passado, seres assexuados que só tinham sobrinhos (quem seriam os pais) e se entretinham com estórias que hoje nos parecem inverosímeis. O mundo de hoje é outro: telemóvel e computador, Game-Boy e Play-Station são utilizados com grande à-vontade por crianças pequenas…Tudo está diferente…Morreu o Pato Donald, viva o Pokémon!
A verdade é que nunca, como agora, se tornou tão importante o papel dos adultos junto dos mais novos: com tanta informação rápida, com as imagens a entrarem nas nossas casas deixando dúvidas sobre o que é real e virtual, com o mundo tão imprevisível e por vezes perigoso, apalavra dos familiares é cada vez mais relevante. Pela simples razão que é única e insubstituível: jamais um jogo eléctrónico ou uma pesquisa na internet substituirá a afectividade da narrativa do avô ou a palavra afectuosa de um pai…As crianças precisam de estimular a imaginação e de encontrar segurança na sua relação com os adultos mais importantes, os seus familiares. As famílias já não são três gerações à volta de uma lareira, mas continuam a ser o espaço emocional mais importante para os mais novos.”

Ora na relação que se estabelece entre criança-adulto-livro aparecem laços afectivos muito fortes e a cumplicidade da leitura permite-nos viver a experiência de compartilhar os sentimentos e as emoções que os livros nos proporcionam.

A emoção age principalmente na segurança das crianças, base de todo o desenvolvimento e é preciso dar e criar oportunidades para a expressão das emoções e sentimentos, para que a criança os reconheça e elabora, ora os livros, as narrativas, proporcionam tudo isto, já que são poderosos clarificadores de significados, permitem organizar o real e conceitos como bem/mal; bonito/feio; justo/injusto.

Plãtão refere que o valor educativo das histórias exerce um fascínio sobre a mente das crianças e Betelheim afirma que estas têm uma forte influência e ajudam na reconstrução das dimensões mais profundas do sentir e do pensar. ”

De 2009 para 2017 e mais específicamente para sinalizar o dia de hoje, sugerimos-lhe alguns livros que pode utilizar como mote para a prevenção e promoção das boas relações entre as crianças e jovens.

Especialmente para as faixas etárias do pré-escolar e primeiro ciclo deixamos-lhe alguns exemplos de livros que servirão muito bem o propósito:

Orelhas de Borboleta

Perigoso

Amor Monstro

Uma bicicleta à chuva, que também é recomendada para 5º e 6º ano

Todos eles tocam a diferença, a sensibilização para as características individuas de cada um, mas alertam para a necessidade de olhar mais além, do visual, do preconceito, do desconhecido.

São leituras que valem a pena e que ajudam os mais pequenos e os mais graúdos também.

 

Outubro, mês do Halloween ou da Prevenção ao Bullying?

0
outubro-mes-prevencao-bullying

 

Outubro mês da prevenção ao Bullying, nasceu nos Estados Unidos em 2006, pela PACER’s e teve como propósito recordar que é necessária uma ação efetiva para prevenir o bullying.

Com a mobilização de todos é que faremos a diferença “THE END OF BULLYING BEGINS WITH YOU”

Promover boas relações entre os jovens, e fomentar um ambiente mais saudável nas escolas é nossa preocupação, por isso o PORTALBULLYING.COM.PT – centro de ajuda online, fundado em janeiro de 2010, junta-se a esta iniciativa.

Se em Outubro da América importamos o Hallowen, porque não importar o mês da Prevenção ao Bullying e a partir daqui encetar todo um leque de atividades preventivas e de promoção das boas relações escolares?

Nos últimos anos fomos inundados com o dia das bruxas e em cada bairro ou viela vemos grupos de jovens a tocar às campainhas para gritar “Trick or Treat”, ou no nosso português, Doçura ou Travessura, porque não celebrar também o mês da Prevenção ao Bullying?

Se a este nos dedicarmos com a mesma intensidade que ao Halloween, tanto melhor.

Até é comum vermos grupos de pais de crianças pequenas a acompanhar os filhos nestas incursões, pois não querem que a falta de autonomia os impeça de desfrutar desta experiência de busca de doces e de pregão americano, então porque não gozar da mesma disponibilidade para promover diálogos em torno das relações escolares?

Agarrar este mês e transformá-lo numa oportunidade para desenvolver o espírito colaborativo e de entreajuda é de uma riqueza inestimável, portanto temos mas é mesmo que o agarrar e criar todas as condições para a sua operacionalização.

Para um adequada orientação e promoção, o portal irá disponibilizar cartazes, flyer´s, histórias motivacionais, sugeriremos livros para leituras orientadas, e iremos promover um concurso que terá como objetivo principal estimular a criatividade dos jovens e torná-los mais conscientes e voluntários.

Siga-nos e fique a par de todas as informações que vamos disponibilizando ao longo deste mês.

Descarrega o nosso cartaz Concurso Outubro mês da prevenção do Bullying (33 descarregamentos)

Sintomas de Bullying, Filhos e Cadilhos – Tânia Paias

0

Tânia Paias, Directora do PortalBullying foi convidada do programa Filhos & Cadilhos no Porto Canal. Sintomas de Bullying foi o tema em análise.

Os Mais populares

Últimos Notícias