Para se puder desenvolver um clima de não-violência é necessário assumir, em primeiro lugar, que a violência é um impulso natural nos seres humanos, como em muitos outros mamíferos, natural e até saudável. Não devemos desejar erradicar a violência porque isso seria impossível, mas compreendê-la e encontrar formas cada vez mais adequadas de a expressar. A capacidade de gerir adequadamente o impulso agressivo depende, em grande parte, da maturidade emocional. A questão determinante não está na existência da violência, mas na incapacidade de a gerir, controlar e canalizar.

O exercício da violência pode manifestar-se de forma particularmente intensa em contexto escolar porque na escola as crianças e os adolescentes têm a possibilidade de encontrar pares susceptíveis de se deixarem facilmente atormentar. Contudo é preciso não esquecer os enormes danos provocados pelo exercício da violência contra amigos, colegas de rua e familiares próximos, como irmãos e primos. Nestes contextos as crianças são frequentemente torturadas por autênticos carrascos da usa idade.

Ler artigo completo em: Violência Saudável (8 descarregamentos)

De Ana Almeida
Psicóloga Clínica
Mestre em Psicopatologia e Psicologia Clínica

COMPARTILHAR
Artigo anteriorO Cyberbullying
Próximo artigoCampanha sobre Bullying nickelodeon
Tânia Paias
O Portal Bullying é da responsabilidade da Dr.ª Tânia Paias, especializada na avaliação e acompanhamento das problemáticas associadas ao Bullying.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here